Scroll Top

Vestibular

O Cortiço, Aluísio Azevedo – Obra Naturalista, Características, Resumo







Vestibular e Educação – Not 1

No Brasil o Período do Naturalismo, escola literária, aconteceu ao mesmo tempo em que o Realismo era vigente. Uma das obras mais características desse movimento artístico é o Livro O Cortiço, do escritor Aluísio Azevedo.

Em vários Exames Vestibulares e na Escola essa Obra Naturalista é estudada e cobrados conhecimentos. Para ajudá-lo a conhecer melhor e com mais detalhes as Características, Personagens e Resumo do Livro preparamos uma Síntese com os pontos mais importantes que você precisa saber, confira:

Breve Resumo sobre o Naturalismo na Literatura:

* Cientificismo: analise do homem e a sociedade. Além de Descrições minuciosas.

* Temática sobre miséria, adultério, crimes, problemas sociais, sexuais e etc. Os temas são tratados como Patologias (doenças).

* Vontade de reformar a sociedade, denunciando seus problemas.

* O Homem é retratado por uma visão Animalizada, ou seja, não há o psicológico (tão característico do Realismo) e sim os Instintos, o Macho e a Fêmea.

Resenha  de O Cortiço (1890) – Enredo e Personagens

O Dono do Cortiço – João Romão, português ambicioso, ajunta dinheiro por penosos sacrifícios, compra uma venda e algumas casinhas (mais a frente da narração compra mais casas – o cortiço- e a pedreira). Mora junto com Bertoleza, escrava fugida, trabalhadeira que possuía uma quitanda e economias para comprar a carta de alforria. João Romão falsifica a carta de alforria e vive com Bertoleza que é explorada constantemente pelo companheiro – comem das sobras da venda, andam de roupas pobres e gastas e vivem sem luxo algum.

Com o tempo entre seus bens está um grande cortiço (personagem chave da estória) e ambiciona agora o respeito e posição social do vizinho Miranda (no principio não se dão bem, mas chegam a se unir e João almeja casar-se com sua filha Zulmira).

No Cortiço moram os mais variados tipos de pessoas: diferentes raças e nacionalidades Portugueses e Brasileiros), Malandros, Lavadeiras, Assassinos, Benzedeiras, etc. Destacam-se

– Pombinha – moça franzina que era a esperança de ascensão entre os moradores, mas que se desencaminha por influência da prostituta Léonie (com quem tem relações homossexuais) e abandona o casamento;

Jerônimo e Piedade – casal de portugueses, a princípio ele é um homem íntegro, trabalhador e saudoso por Portugal. Porém ao conhecer Rita Baiana começa uma mudança geral, na verdade uma degeneração, abandona trabalho, mulher e filha.

Rita Baiana – dançarina provocante e sensual, namorada de Firmo (capoeira enciumado), acaba se atraindo por Jerônimo (que mata Firmo e se une a Rita).

O Cortiço de João Romão tem como rival o Cortiço dos “Cabeça de Gato”, essa rivalidade se finda após um incêndio em vários barracos do João Romão, o qual reconstrói as casinhas. É nesta época que ele pretende se casar com Zulmira e conta com a ajuda do agregado do Miranda, o Velho Botelho. Mas o primeiro empecilho era Bertoleza, e portanto decide denunciá-la aos antigos donos, no dia em que a polícia vem buscá-la, Bertoleza percebe o que lhe vai suceder e se mata com uma Facada na Barriga, com a mesma faca que estava a limpar os peixes.

Em geral a Tese desse Romance Naturalista é que o Meio, o Período e a Hereditariedade influenciam no indivíduo degradando-o e levando ao destino a que é determinado (isto é o determinismo), mostra a sociedade doente do Rio de Janeiro na época do Segundo Reinado, as relações sociais e as suas degradações.

Características do Livro de Aluísio Azevedo:

* Trata-se de um Romance Social – todas as existências se entrelaçam e repercutem nas outras, sendo o Cortiço o gerador de tudo (a personagem mais convincente segundo Alfredo Bosi);

* Crítica ao Capitalismo Selvagem – pode ser visualizada na figura ambiciosa do Dono do Cortiço, que se abdica de tudo em nome de ajuntar dinheiro, o qual não desfruta. O Tema é a Ambição e a Exploração do homem pelo próprio homem;

* Zoomorfismo (redução das criaturas ao nível animal, isto revela as teorias de Biologia do século XIX (Darwinismo e Lamarquismo) e o Determinismo (meio, raça e momento);

* A Força dos Instintos – no romance a forma mais degradante deles é o Sexo (destruição e desrespeito ao matrimônio, traições, prostituição, lesbianismo, etc). Veja no trecho a seguir a descrição de Rita Baiana e sua força sobre Jerônimo:

“Naquela Mulata estava  o grande mistério, a síntese das impressões que ele recebeu chegando aqui: ela era a luz ardente do meio-dia; ela era o calor vermelho das sestas da fazenda; o aroma quente dos trevos e das baunilhas, que o atordoara nas matas brasileiras; era a palmeira virginal e esquiva que não torce a nenhuma outra planta; era o veneno e açucar gostoso; era o sapoti mais doce que o mel era a castanha do caju, que abre feridas com seu azeite de fogo; ela era a cobra verde e traiçoeira, a lagarta viçosa, a muriçoca doida, que esvoaçava havia muito tempo em torno do corpo dele, assanhado-lhe os desejos, acordando-lhe as fibras embambecidas pela saudade da terra., picando-lhe as artèrias””Naquela Mulata estava o grande mistério, a síntese das impressões que ele recebeu chegando aqui: ela era a luz ardente do meio-dia; ela era o calor vermelho das sestas da fazenda; o aroma quente dos trevos e das baunilhas, que o atordoara nas matas brasileiras; era a palmeira virginal e esquiva que não torce a nenhuma outra planta; era o veneno e açucar gostoso; era o sapoti mais doce que o mel era a castanha do caju, que abre feridas com seu azeite de fogo; ela era a cobra verde e traiçoeira, a lagarta viçosa, a muriçoca doida, que esvoaçava havia muito tempo em torno do corpo dele, assanhado-lhe os desejos, acordando-lhe as fibras embambecidas pela saudade da terra., picando-lhe as artèrias”

* Na obra as personagem representam Tipos Humanos, por exemplo Albino (homem franzino, afeminado, que trabalhava com as lavadeiras), Botelho (velho, sem dinheiro que vivia como agregado no sobrado do Miranda, sabia se fazer necessário).

* Situação da Mulher – as mulheres são reduzidas a três condições: Objeto (como Bertoleza e Piedade) pois são usadas pelo homem; Objeto e Sujeito (Rita Baiana) com certa independência; e Sujeito (Leonie e Pombinha) são independentes do homem e se prostituem (embora desprezem a situação e ações dos homens).

 

**Tem alguma Dúvida sobre a Obra ou suas Características? Deixe seu Comentário ou Pergunta para o Not 1…

Assuntos do Artigo:
  • caracteristicas do livro o cortiço
  • o cortiço personagens
  • o cortiço características
  • caracteristicas do cortiço
  • resumo do livro o cortico
  • personagens do livro o cortiço
  • caracteristicas da obra o cortiço

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) (4 Votos, Média: 2,50 out of 5)
Loading...Loading...

Artigos Relacionados à O Cortiço, Aluísio Azevedo – Obra Naturalista, Características, Resumo!

6 Comentários

  1. Rayla Rodrigues disse:

    Mtu obrigado vc’s me ajudaram bastante,esse foi um dos melhores resumo q li.valew

  2. gracilene figueredo disse:

    esse livro e muito bom

  3. Fernanda Cavalcanti disse:

    qual a visão de sociedade que temos hoje e quais são as denuncias, sobre o texto O Cortiço de Aluisio de Azevedo?

  4. pamela larissa da silva disse:

    escola literaria do livro o cortiço

  5. thalia disse:

    vc me ajudou muito obrigado!

  6. emerson alves disse:

    em que epoca literaria que pertence a obra

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: