Tudo sobre Prós e Contras das Leis de Cotas para Negros e Políticas Públicas contra Discriminações e Racismo. Entenda o Problema Histórico e Cultural da Sociedade Brasileira, conheça os Dois Lados das Disputas:

Leis e Cotas para Negros, Discriminações e Racismo, Os dois Lados racismo e preconceito

Em 2008, os negros superaram em números os brancos na população brasileira. Se as taxas de natalidade mantiveram a tendência atual, em 2010 os negros serão maioria absoluta no país. Ainda assim, são a parcela que enfrenta as maiores dificuldades socioeconômicas. Os negros constituem a maioria das vítimas de homicídio, desocupados e pobres. Por outro lado, são minoria entre estudantes universitários e em profissões e cargos mais valorizados na sociedade.

Leis e Cotas para Negros, Discriminações e Racismo, Os dois Lados racismo preconceito

São políticas públicas que visam a abrir oportunidades sociais, econômicas, educacionais e culturais a grupos que sofrem discriminação. Uma das mais discutidas é a reserva de cotas nas universidades, nas empresas e nos concursos públicos. Duas leis tramitam no Congresso há vários anos e o Supremo Tribunal Federal julga duas ações de inconstitucionalidade.

Leis e Cotas para Negros, Discriminações e Racismo, Os dois Lados manifestos racismo

Em abril e maio o Supremo Tribunal Federal recebeu dois manifestos – um contrário e outro favorável á  adoção de critérios raciais na reserva de vagas nas universidades. Os argumentos contra avaliam que a medida é inconstitucional, pois impõe uma divisão entre brasileiros. A ideia desses críticos do sistema é que as diferenças no ingresso na universidade são devidas principalmente á má qualidade do ensino público e á concentração de renda, independente da cor. Os defensores das cotas afirmam que as medidas são necessárias para acelerar o processo de integração dos negros na sociedade.

Leis e Cotas para Negros, Discriminações e Racismo, Os dois Lados racismo

Estima-se que o Brasil tenha recebido 4 milhões de negros entre meados dos anos 1500 e 1800, quando terminou o tráfico negreiro – 40% de todo o contingente trazido para as Américas. Quando, por fim, a princesa Isabel assinou a Lei Áurea, o governo brasileiro não se preocupou em oferecer escola e terras aos escravos libertados. Inicia-se, aí, o círculo vicioso do Racismo: o negro é discriminado porque é pobre e, ao mesmo tempo, é pobre porque é negro.

Assuntos do Artigo:
  • racismo
  • lei de cotas para negros
  • imagens de racismo
  • as leis sobre a discriminaçaõ racial contra o negros
  • cotas para negros
  • leis a favor dos negros
  • tudo sobre leis a favor dos negros
  • leis dos negros
  • leis que apoiam no negro
  • lei a favor dos negros