Vestibular

‘Corpo Fechado’: Análise do Conto de Guimarães Rosa, FUVEST







O livro Sagarana, composto de nove contos, sendo um deles 'Corpo Fechado' é uma das leituras obrigatórias para quem for prestar alguns vestibulares do Brasil, como a FUVEST. 

Para conseguir um bom resultado nos vestibulares é preciso, além de ler os contos, pesquisar análises e procurar compreender o real sentido da obra. Veja hoje no Blog Not1 uma análise completa do conto Corpo Fechado! Boa Leitura!

guimaraes

Guimarães Rosa

Guimarães Rosa foi um dos principais representantes do regionalismo brasileiro, característica da terceira fase do modernismo. Ocupou a cadeira nº 2 na Academia Brasileira de Letras por apenas três dias, já que atrasou a cerimônia de posse por quatro anos. Pela importante obra literária, chegou a ser indicado para o prêmio Nobel de Literatura, mas morreu no mesmo ano e a sua indicação foi impedida.

Corpo Fechado – Sagarana

 

O narrador, médico em Laginha, é convidado por Manuel Fulô para ser padrinho de casamento. Manuel detesta qualquer tipo de trabalho e, enquanto bebem cerveja, divertem-se, ele contando e o doutor ouvindo as histórias e os casos: do rato que tinha em casa enjaulado e que estava, por artimanha sua, criando amizade a um gato rajado; dos valentões do lugar – José Boi, Desidério, Miligido, Dêjo (Adejalma) e Targino, o mais recente, e que teve a insolência de reunir seu bando e comer carne com cachaça em frente da igreja, numa sexta-feira da Paixão; dos ciganos que ele, Manuel Fulô, teria trapaceado na venda de cavalos; de sua rivalidade com Antonico das Pedras-Águas, o feiticeiro. Manuel possui uma mula, Beija-Fulô, animal que gosta tanto quanto a Noiva, e Antonico é dono de uma bela sela mexicana, mesmo sem possuir nenhum animal. Cada um dos dois gostaria de adquirir o bem do outro.

Aparece então Targino, o valentão do lugar, e anuncia, cinicamente, que vai passar a noite, antes do casamento, com a noiva de Manuel Fulô. Ele fica desesperado; ninguém pode ajudá-lo, pois Targino domina o lugarejo. Aparece então o feiticeiro Antonico e propõe um trato a Manuel Fulô: vai "fechar-lhe o corpo", mas exige em pagamento a mula Beija-Fulô, maior orgulho e paixão de Manuel. O trato é aceito.

De corpo fechado, Manuel Fulô enfrenta o bandido Targino e, para espanto de todos, mata-o. O casamento com a das Dor realiza-se sem problemas e de vez em quando consegue emprestada sua antiga mulinha Beija-Fulô, para ostentar, à cavaleiro, sua nova condição de valentão de Laginha.

corpo-fechado-sagarana-guimares-rosa

Personagens

Médico – Narrador, mora num arraial do interior de Minas. Fez amizade com Manuel Fulô. 
Manuel Fulô – Sujeito pingadinho, quase menino, cara de bobo de fazenda, cabelo preto, corrido. Não trabalhava. Gostava de moça, cachaça e conversa fiada.
Beija-Flor – Besta ruana, de cruz preta no dorso, lisa, lustrosa, sábia e mansa – mas só para o dono, Manuel Fulô.
Das Dor – Noiva de Manuel Fulô; moça pobre, mas muito bonita.
Targino – O valentão mais temido do lugar. Era magro e feio. Dificilmente ria.
Antônio das Pedras-Águas – Era pedreiro, curandeiro e feiticeiro.

ANÁLISE

 Este é um dos contos no qual evidencia-se o universo primitivo e fantástico do autor. Corpo Fechado continua a problemática apresentada em São Marcos: mundo de feitiçarias e bruxarias. Um curandeiro fecha o corpo e anulando a fragilidade do protagonista que, imantado pela fé, vence o vilão, brutal e valente.

No epílogo encontramos uma famosa cantiga de roda: "A Barata diz que tem sete saias de filó… É mentira da barata: ela tem é uma só." O que evidencia as características dos valentões da cidadezinha, que dizem ser muito grandes e poderosos, mas na verdade não o são. 

O conto é fácil de ler, o enredo é de certa forma cômico e o ambiente e as histórias místicas, típico de Guimarães, invadem a obra!! Vale a pena ler Corpo Fechado para os vestibulares!!

**Gostou do post? Então não se esqueça de comentar sua opinião aqui no Not1. (Fontes: livro de apoio curso Objetivo, Site Passei Web).

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.