Uma pesquisa revelou que pessoas com deficiência visual, utilizam mesma parte do cérebro usada pelas sadias para Ver e Perceber os objetos.

Segundo os estudiosos, isso quer dizer, que o nosso cérebro tem a capacidade de se adaptar em situações incomuns, como a falta da visão. Quando nós olhamos para  por exemplo um prato, em uma mesa, o nosso cérebro tem várias reações. Uma parte da massa cinzenta, diz que é um prato. Outra parte pensa na forma e no tamanho deste objeto, sua localização e o voce terá que fazer para poder pegá-lo e movimentá-lo.

Todos esses processos ocorrem quando batemos o olho em um só objeto. Este é um conjunto de pensamentos, que junta as informações visuais ao nosso controle motor.

Anos atrás, pesquisadores da Universidade Trento, na Itália, descobriram que as pessoas cegas podem realizar estas mesmas operações no cérebro, mesmo que essas operações podem estar ligadas as informações visuais. Agora em um novo estudo, aqueles mesmos pesquisadores queriam ver se o mesmo acontecia para a segunda parte do nosso pensamento, a que lida com a manipulação dos objetos. Para poderem fazer isso, eles escanearam os cérebro de alguns voluntários cegos e de pessoas sadias enquanto elas pensavam em objetos.

Cada uma das pessoas passaram por um escâner de ressonância magnética enquanto viam um conjunto de ferramentas, objetos, animais.

Este escaneamento revelou quais as partes do Cérebro ficaram ativas quando os voluntários ouviram cada palavra. Todas as pessoas cegas participantes, mesmo que já nasceram assim, tendem a pensar em um objeto na mesma região do cérebro de uma pessoa  que tem o sentido de visão.

Segundo um dos pesquisadores “o jeito como nosso cérebro lida com o mundo pode depender menos de nossa experiência do que acreditávamos, o que não significa que ela seja menos importante”.

O pesquisador explica que a experiência é crítica para fornecer o conteúdo com que representamos o mundo, mas, como esse conteúdo organizado em nosso cérebro é bastante restrito, é possível que essas restrições sejam construídas pela genética.

Cérebro de Deficiente Visual pode Ver, Estudos e Pesquisas, Adaptações braille para cegos

Assuntos do Artigo:
  • cerebro com deficiência